Paredes de Coura acolhe Jornadas Técnico-científicas de Tracção Animal

“Repensar a agricultura – O poder, os subsídios e as alterações climáticas na sustentabilidade agrícola”, “Boas práticas agroflorestais e estado físico do solo: alguns elementos de reflexão a partir da experiência com tração animal” e “Boas práticas de gestão florestal – fogo prescrito integrado” são alguns dos temas a desenvolver nas VII Jornadas Técnico-científicas de Tracção Animal, que decorrem nos dias 1 e 2 de fevereiro no CEIA – Centro de Educação e Interpretação Ambiental, em Vascões, Paredes de Coura.

Promovidas pela Associação Portuguesa de Tracção Animal em colaboração com o Centro de Investigação de Montanha – Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Bragança, a Molida (Associação Galega de Tracção Animal) e o Município de Paredes de Coura, estas VII Jornadas Técnico-científicas de Tracção Animal estão subordinadas ao tema das boas práticas agroflorestais, têm participação gratuita mas sujeitas a inscrição prévia.

Dos dois dias de trabalhos, há a registar as comunicações de Emanuel Oliveira (técnico consultor na área dos Fogos Florestais), Tomás de Figueiredo (CIMO/ESA-IPB), João Brandão Rodrigues (APTRAN) e José Raul Ribeiro (agrónomo – profissional independente), bem como as ações de campo com demonstrações de boas ​​ práticas florestais, incluindo demonstração prática de fogo prescrito e gestão florestal com tração animal.

Programa:

Sábado, 1 de fevereiro de 2020 ​​

14h30 – Abertura do secretariado / Receção dos participantes

15h00 – Boas práticas de gestão florestal – fogo prescrito integrado. Emanuel Oliveira (Técnico Consultor na área dos Fogos Florestais)​

15h45 – Boas práticas agroflorestais e estado físico do solo: alguns elementos de reflexão a partir da experiência com tração animal. Tomás de Figueiredo (CIMO / ESA-IPB)

16h30 – Pausa para café

17h00 – ​​O potencial da tracção animal na gestão florestal. João Brandão Rodrigues (APTRAN)

17h45 – Debate

18h30 – Encerramento dos trabalhos


Domingo, 2 de Fevereiro de 2020

09h30 – Receção dos participantes

09h45 – Repensar a agricultura – O poder, os subsídios e as alterações climáticas na sustentabilidade agrícola. José Raul Ribeiro. Agrónomo – Profissional independente

10h30 – Pausa para café

11h00 – Demonstração de boas ​​ práticas florestais (Paisagem Protegida do Corno de Bico):​

– Demonstração prática de fogo prescrito

– Gestão florestal com tracção animal

13h30 – Almoço de campo (responsabilidade dos participantes)

15h00 – Encerramento dos trabalhos

Leave a Comment