Murais artísticos marcam abertura de ano letivo em Monção 

A Escola Básica José Pinheiro Gonçalves (Monção), a Escola Básica da Estrada (Mazedo), a Escola Básica de Pias, a Escola Básica do Vale do Mouro (Tangil), e o Jardim de Infância de Cortes, abriram o ano letivo com murais artísticos que proporcionam um ambiente mais colorido, acolhedor e ligado à arte.

Esta iniciativa foi dinamizada pela Plataforma de Arte e Cultura (PAC), valência do Município de Monção destinada a criar dinâmicas artísticas nos campos educativo e cultural, que promove exposições, atelier de artes plásticas, oficinas de expressão dramática e intervenções no espaço público.

No final do passado ano letivo, dois elementos da PAC, Ricardo de Campos e Patrícia Oliveira, desenvolveram com os alunos do jardim de infância de Cortes e com as escolas do ensino básico do concelho a criação de murais no interior dos estabelecimentos de ensino.

Segundo Ricardo de Campos, as escolas ficaram com “um ambiente mais acolhedor e artístico”, potenciando “o gosto dos mais pequenos pela arte”. Tratando-se assim de “uma atividade enriquecedora para quem ensinou e para quem aprendeu”.

Os murais refletem a identidade cultural e humana do território de Monção, onde são visíveis as suas pessoas e ofícios de outros tempos, os animais que povoam a paisagem natural, e o seu património singular.

Segundo comunicado do Gabinete de Imprensa de Monção, “o verde e o azul são as cores predominantes nos desenhos expostos, transmitindo aos mais novos uma mensagem de esperança, tranquilidade e confiança ao longo do ciclo da vida, reforçando igualmente o gosto pela tradição e pela ruralidade, características distintivas da vivência local”.

Através da estratégia de valorização cultural e artística de Monção, a Plataforma de Arte e Cultura (PAC), promove a partir de 1 de outubro, oficinas de formação contínua (expressão dramática e pintura) para crianças e adultos, que terão lugar no Cine Teatro João Verde, em horário pós-laboral.

As inscrições encontram-se abertas até dia 30 de setembro através do 251 649 011 ou nas oficinas de trabalho da PAC, no Cine Teatro João Verde.

Leave a Comment