EDP acolheu nas instalações de Viana do Castelo reunião da Proteção Civil pela defesa da floresta

A EDP Distribuição recebeu na quarta-feira, dia 10 de julho, nas instalações da Empresa, em Viana do Castelo, as várias entidades que participam no Briefing Técnico Operacional CCOD Viana do Castelo, com frequência semanal, no período crítico de risco de incêndio.

Estiveram presentes os representantes locais do distrito de Viana do Castelo das seguintes entidades: Proteção Civil Distrital, GNR–SEPNA, GNR–GIPS, Forças Armadas, Federação de Bombeiros do Distrito de Viana do Castelo, Cruz Vermelha Portuguesa, ICNF, AFOCELCA e AGIF.

Na agenda desta reunião esteve o tema dos estados de alerta, das ocorrências, as atividades no período e a avaliação do índice de risco para os próximos dias. Ao mesmo tempo, a EDP Distribuição deu a conhecer o trabalho realizado no âmbito da segurança da rede elétrica e da defesa e proteção do património florestal.

Neste sentido, a EDP Distribuição constituiu e renovou a Rede Secundária de Faixas de Gestão de Combustível no distrito de Viana do Castelo, ao longo de 64 km de linhas aéreas de Média Tensão e de 13 km de linhas aéreas de Alta Tensão nos concelhos de Caminha, Melgaço, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira.

Os trabalhos decorreram nos espaços previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios, durante o primeiro semestre deste ano, estando ainda em curso, ou já programados, trabalhos nos concelhos de Ponte da Barca e Monção, estimando-se que, até ao final de 2019, a Empresa realize um investimento global de 76 mil euros na gestão da vegetação neste distrito.

Adicionalmente, a EDP Distribuição, que realiza a gestão de 68.000 km de linhas aéreas (das quais mais de 28.000 km em espaços florestais), investiu um total de 72 milhões de euros nos últimos 11 anos no âmbito da defesa e proteção do património florestal, sendo que, deste montante, 11 milhões de euros se referem a 2019.

As ações de inspeção e de intervenção nas zonas de proteção e nas faixas de gestão de combustível junto às linhas elétricas envolvem cerca de 500 pessoas, entre colaboradores internos e externos, e a aplicação de melhores práticas de monitorização e de gestão da vegetação (desde inspeções termográficas das linhas com recurso a voos de helicóptero e drones, até ao desenvolvimento de uma funcionalidade na APP EDP Distribuição que permite o reporte de proximidade da vegetação às linhas elétricas e, por último, à análise de levantamento de ocupação de solo através de imagens de satélite).

Leave a Comment