Mosteiro da Batalha acolhe 20 obras da Fundação Bienal de Arte de Cerveira

“Volumes e interações na história” é o nome da exposição que apresenta, a partir de sexta-feira, uma seleção de 20 de esculturas da Coleção da Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC) no Mosteiro da Batalha. O gótico e o contemporâneo encontram-se no âmbito do festival “Artes à Vila”, que decorre de 27 a 30 de junho.

A abertura da exposição “Volumes e interações na história” acontece na próxima sexta-feira, 28 de junho, às 19h00, no Claustro Real do Mosteiro Santa Maria da Vitória. Nas palavras do presidente da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, Fernando Nogueira: “No ano em que recebemos a distinção de «Melhor Museu Português» pela Associação Portuguesa de Museologia, esta mostra neste monumento ímpar do gótico português vem reforçar o desígnio de valorização, dinamização e divulgação de uma importante Coleção, composta por cerca de 670 obras de arte contemporânea”.

Leave a Comment