Homem colhido por comboio em Barcelos era residente em Areosa, mulher e neta de Arcozelo

Três pessoas morreram esta quarta-feira na sequência de uma colisão entre um comboio e um automóvel numa passagem de nível em Carapeços, concelho de Barcelos. Os mortos são dois idosos e uma criança. Ao que a rádio Geice conseguiu apurar, apenas o homem, Ernesto Ferreira Rocha, de 73 anos, era residente na Rua do Lamoso, na freguesia de Areosa, em Viana do Castelo e natural de Viseu.

NA FOTO: Ernesto Ferreira Rocha

A menina, de 10 anos, era apenas neta da mulher, Gracinda Fernandes de 69 anos, residente em Arcozelo, Ponte de Lima.

Rui Mesquita, o Presidente de Junta de Areosa, em declarações à Rádio Geice, lamentou a morte de areosense no acidente, mas também “este tipo de notícias, sem informações precisas”.

“A morte de qualquer pessoa é sempre lamentável e motivo de tristeza para alguém. Neste caso, a população ficou especialmente alarmada devido à rápida difusão de notícias sobre a morte de três alegados Areosenses. Ouvir e ler este tipo de notícias, sem informações precisas, gera um grande reboliço. Confirmado que está, que apenas o Sr. residia em Areosa, resta-nos apresentar os nossos sentimentos às famílias enlutadas e desejar que este episódio sirva para uma maior consciencialização sobre a forma de atravessar passagens de nível”, disse o presidente de junta de Areosa à rádio Geice.

Para o local foram mobilizados 23 homens apoiados por nove viaturas. Fonte do INEM disse terem sido acionados para o local três ambulâncias de Barcelos, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Barcelos, bem como uma Unidade Móvel de Intervenção Psicológica de Emergência (UMIPE).

A Infraestruturas de Portugal (IP) assegurou que o sistema de sinalização da passagem de nível em Carapeços, Barcelos, onde hoje se registou este acidente, estava “em pleno funcionamento”.

O acidente ocorreu às 9:48 numa passagem de nível automatizada.

(EM ATUALIZAÇÃO)

Leave a Comment