Lionn acusa César Boaventura de o tentar comprar antes do jogo contra o Benfica

O jogador brasileiro Lionn declarou no Tribunal de Esposende que o empresário César Boaventura o tentou aliciar nas vésperas do jogo contra o Benfica na época 2015/2016.  A notícia foi avançada hoje pelo jornal Expresso que revela o depoimento do defesa brasileiro no tribunal de Esposende.

“César Boaventura tentou comprar-me antes do jogo contra o Benfica. A mim, ao Cássio e ao Marcelo”, disse o futebolista que atualmente representa o Desportivo de Chaves. O jogo acabou com 1-0 para o Benfica e Lionn nem jogou por estar lesionado.

Estas declarações, a que a Tribuna Expresso teve acesso, foram feitas sob juramento no Tribunal de Esposende, no âmbito de uma queixa que o jogador Cássio interpôs contra César Boaventura depois de alegadamente o empresário ter sugerido que o então guarda-redes do Rio Ave facilitou num jogo contra o FC Porto que terminou com 0-5 para os portistas.

Lionn é testemunha num processo em que a Polícia Judiciária investiga o alegado envolvimento de jogadores do Rio Ave num esquema de apostas. Um dos jogos investigados é o Feirense – Rio Ave. O outro opôs os vilacondenses ao Benfica. Segundo a SIC, quatro jogadores do Rio Ave foram constituídos arguidos no âmbito desse processo.

Questionado pela Tribuna Expresso, César Boaventura negou as acusações feitas por Lionn. “Vou mover um processo contra esse jogador, porque isto é totalmente falso. Ele vai ter de provar em tribunal o que disse”, garante Boaventura. Por outro lado, o empresário diz que tudo isto não passa de um esquema “montado por alguns jogadores com algumas pessoas do FC Porto e com o Bruno Carvalho [ex-presidente do Sporting]. Esses jogadores acabaram por ser contratados por clubes com ligações a FC Porto e Sporting”.

Antes, num post publicado no Facebook, César Boaventura já dissera que “o melhor foi ver testemunhas como Marco Carvalho (diretor de comunicação), Lionn (ex jogador actualmente no Chaves), fazerem depoimentos a dizer que eu alegadamente os tinha aliciado para um jogo entre Rio Ave vs Benfica, assunto esse que em nada tinha haver com o julgamento em questão, no entanto é uma forma de me descredibilizar perante o juiz”. Para o empresário, “o futebol está podre” e o seu “advogado já pediu cópia da gravação dos depoimentos para processar quem de direito, por crime de difamação” .

Contactado pelo Record, Lionn não quis fazer comentários ao caso. “Uma vez que estamos a três dias de um jogo importante, não tenho interesse em fazer comentários nem quero ser importunado com isso.” O Desportivo de Chaves joga contra o Aves para o campeonato.

 

FOTO: Liga Allianz Running by Record

Leave a Comment