Crianças de Monção vão aprender Folclore na Escola

Com a implementação do projeto “Folclore vai à Escola”, as crianças do ensino pré-escolar do Agrupamento de Escolas de Monção e da Santa Casa da Misericórdia de Monção, vão familiarizar-se com a arte do folclore, prática cultural com larga tradição no nosso concelho.

Desafio lançado pelo Grupo Folclórico das Lavradeiras de S. Pedro de Merufe e aceite pela autarquia local e mais seis ranchos do concelho, o “Folclore vai à Escola” já se inicio e vai envolver um total de 319 com idades entre 3 e 6 anos.

O projeto foi apresentado na Escola Secundária de Monção, tendo contado com a presença do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Monção, João Oliveira, a Vereadora da Educação, Juventude e Recursos Humanos, Natália Rocha, os professores Sérgio Nascimento e Viriato Ferreira, e diversos elementos dos grupos participantes.

“Constitui um motivo acrescido para as nossas crianças vivenciarem uma prática ancestral enraizada no nosso concelho” refere João Oliveira. “Uma iniciativa valiosa numa perspetiva de continuidade dos nossos usos e costumes” acrescenta Natália Rocha. Ambos agradecem a disponibilidade do Agrupamento de Escolas de Monção, da Santa Casa da Misericórdia de Monção e dos grupos participantes na iniciativa.

O objetivo central do “Folclore vai à Escola” incide na preservação da identidade cultural e etnográfica local, no reforço da transmissão de saberes geracionais e na motivação das crianças para a importância e fortalecimento dos valores distintivos do nosso território. Revela-se ainda como promotor do processo de sociabilização junto das crianças.

O projeto, entre as 16h00 e as 17h00, realiza-se uma vez por mês na Santa Casa da Misericórdia de Monção e em cada uma das escolas (EB Vale do Mouro/Tangil, EB Estrada/Mazedo, EB Pias, EB José Pinheiro Gonçalves, JI Cortes) com a participação de sete agrupamentos folclóricos do concelho (Lavradeiras de S. Pedro de Merufe, Os Amigos de Longos Vales, Santa Maria de Moreira, Grupo Folclórico de Pinheiros, Estrela de Longos Vales, Casa do Povo de Barbeita e Moleirinhos do Gadanha).

Leave a Comment