Empresa de Viana tem solução “ecológica” para travar praga da lagarta do pinheiro

A empresa Controlpeste, de Viana do Castelo, informou, hoje, ter uma solução “ecológica” para controlar a praga da lagarta do pinheiro. A processionária, conhecida como “lagarta do pinheiro”, é um inseto que ataca pinheiros e cedros, provocando danos nas árvores e que ameaça a saúde pública quando ocorre perto de locais habitados ou frequentados por pessoas e animais domésticos.

Em comunicado, a empresa explica que estas lagartas movem-se em fila (procissão – advindo daí o nome “processionária”) da árvore para o solo.

“São protegidas pelos seus pelos que representam perigo para quem lhes toca. Podem provocar urticária, lesões de pele, olhos, rinite, asma, choques anafiláticos e um sério risco, inclusive para cães e gatos”, sustenta a empresa.

A Controlpeste adianta ter uma “uma solução totalmente ecológica, que consiste numa armadilha projetada para intercetar a procissão no decorrer da sua migração para o solo, a qual decorre entre janeiro e março, dependendo das temperaturas”.

“Estas armadilhas são totalmente seguras porque as lagartas ficam presas dentro de um recipiente próprio e que é removido em segurança. Em maio aplicamos a armadilha com feromona para captura das borboletas, evitando assim a postura de ovos nas árvores, quebrando assim o ciclo de vida desta praga”, explica a empresa especializada no controlo da processionária.

Leave a Comment