Vila Nova de Cerveira promove ação de fogo controlado em Covas e Sapardos

Dando continuidade à execução do Plano Regional de Fogo Controlado da CIM do Alto Minho, iniciado em 2018, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira arrancou este novo ano de 2019 com uma intervenção nas freguesias de Covas e de Sapardos, queimando cerca de 15 hectares, mas tendo como objetivo, concretizar mais ações de prevenção da floresta contra incêndios em pontos previamente identificados.

Pela preservação e valorização da vasta mancha verde que abraça o seu território, Vila Nova de Cerveira tem vindo a implementar um vasto programa de ação para a defesa da floresta contra incêndios, com recurso a orçamento municipal, mas também a cofinanciamento.

Entre março e julho do ano passado, a Câmara Municipal, com o apoio de diversos parceiros, interveio numa área correspondente a 110ha, através da limpeza de faixas de gestão de combustível nas freguesias consideradas prioritárias, da beneficiação de pontos de água, da limpeza de caminhos florestais e da abertura de corta-fogos, num investimento superior a 150 mil euros.

No arranque de mais um ano civil, uma equipa multidisciplinar esteve, nas freguesias de Covas e de Sapardos para uma ação de fogo controlado abrangendo uma área de cerca de 15 hectares. A iniciativa, que contou com o apoio do Município de Vila Nova de Cerveira e respetivas Juntas de Freguesia, teve a colaboração da Equipa de Intervenção Permanente (EIP) dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira, da Equipa de Sapadores Florestais SF20-111 de Vila Nova de Cerveira, além da coordenação técnica da CIM Alto Minho, e do Serviço Municipal de Proteção Civil de Vila Nova de Cerveira.

Este tipo de intervenção permite criar uma descontinuidade dos combustíveis que, em caso de incêndio, dificulta a sua propagação, permitindo aos dispositivos atuar com mais eficácia e segurança. Ao longo deste ano de 2019, o objetivo é o de prosseguir com mais ações de fogo controlado no território concelhio que visem a limpeza de pontos previamente identificados e a formação das equipas responsáveis pelo combate aos incêndios florestais.

Leave a Comment