Esposende distribui gratuitamente fruta às crianças do 1.º Ciclo e Pré-Escolar

Integrado no Plano Municipal de Promoção da Saúde e Bem-estar e de forma a assegurar políticas alimentares saudáveis em contexto escolar, o Município de Esposende aderiu, este ano, ao Regime de Fruta Escolar.

Esta é uma iniciativa de âmbito europeu, que pretende promover a prática de uma alimentação saudável e que consiste na distribuição gratuita de uma peça de fruta e/ou produtos hortícolas, duas vezes por semana, aos alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Por forma a abranger também as crianças da Educação Pré-Escolar, o Município vai assegurar igual distribuição nos Jardins-de-Infância do concelho.

Tendo por base o trabalho iniciado no ano letivo anterior com o projeto Hortifruti, o qual terá continuidade este ano letivo, a adesão ao regime da fruta escolar consubstancia uma medida de extrema importância, pois materializa a necessária e efetiva mudança de comportamentos e hábitos alimentares mais saudáveis desde a infância.

Considerando que Portugal está entre os países europeus com maior número de crianças com excesso de peso, torna-se primordial combater este que é um dos principais problemas de saúde pública, sob pena de conduzir à obesidade em idade adulta e aos inúmeros problemas de saúde a ela associados. Neste sentido, é de extrema importância a realização de atividades no meio escolar que visam o desenvolvimento de competências de alimentação saudável e o conhecimento das origens dos produtos agrícolas.

O projeto Hortifruti, que conta com a parceria da Esposende Solidário, da ACICE (Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende) e da Cooperativa Agrícola de Esposende, e a colaboração do Centro de Saúde de Esposende através da realização de iniciativas para os Encarregados de Educação, pretende ser parte integrante do Regime de Fruta Escolar e promover iniciativas educativas e de sensibilização, garantindo a sua eficácia e reforçando a importância do consumo de frutas e hortícolas.

Neste contexto, e de forma a proporcionar a todas as crianças a realização de atividades de contexto prático, o Município celebrou com a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) um protocolo de colaboração, que entre outras iniciativas visa a criação de hortas escolares nas várias escolas do concelho, com o intuito de promover o contacto dos alunos com a terra e os produtos locais, o incentivo e a utilização da horta como meio e estratégia educativa e como conteúdo temático às questões ambientais, de saúde, alimentação e qualidade de vida.

A parceria com a Escola Superior Agrária do IPVC engloba o desenvolvimento de trabalhos académicos e de investigação, projetos, a realização de estágios, visitas de estudo, consultoria e apoio técnico.

Leave a Comment