CMIA: Projeto Escola da Natureza entre 5 finalistas do European Natura 2000 Awards

O projeto “Escola da Natureza” do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) de Viana do Castelo foi nomeado como um dos cinco finalistas do European Natura 2000 Awards, na categoria “Comunicação”. A cerimónia de atribuição de prémios terá lugar no edifício principal da Comissão Europeia, em Bruxelas, no dia 17 de maio.

O Projeto Escola da Natureza tem como objetivo central aproximar as comunidades jovens escolares deste património natural rico e diversificado e foi concebido com a finalidade de desenvolver ferramentas de trabalho direcionadas à comunidade jovem e escolar, estruturadas com o objetivo de fomentar o respeito e valorização da biodiversade associada aos valores naturais das áreas classificadas. Foram assim criadas ferramentas de trabalho (teóricas e práticas) diretamente relacionadas com os três Sítios Rede Natura 2000, que integram o concelho de Viana do Castelo e que se adequam aos conteúdos programáticos escolares em diferentes níveis etários e que são passíveis de utilizar pós projeto.

O prémio Pan-Europeu, que visa reconhecer a excelência na gestão dos Sítios Natura 2000 e o trabalho realizado no âmbito da sua conservação, mostrando o valor acrescentado para as economias locais e aumentando a conscientização pública sobre o valioso património natural da Europa, vai na sua quarta edição e foram consideradas elegíveis 75 candidaturas em cinco categorias: conservação, comunicação, benefícios socioeconómicos, reconciliação de interesses/perceções e cooperação transfronteiriça e redes.

As 75 candidaturas foram avaliadas por um painel independente de peritos para reduzir a lista a 25 finalistas, sendo o projeto Escola da Natureza (School of Nature) um dos 5 finalistas na categoria “Comunicação”. Para além disso, será atribuído o «Prémio do Cidadão da UE» à candidatura que obtiver o número mais elevado de nomeações, por meio de votação pública, através do site do Natura 2000 Awards.

De salientar que o projeto Escola da Natureza, financiado no âmbito do “Portugal 2020”, teve como parceiros os Município de Esposende e Vila Nova de Cerveira, a Universidade de Coimbra, através do Instituto do Mar, e contou com o suporte científico e técnico do Centro de Biologia Molecular e Ambiental da Universidade do Minho e do Centro de Conservação de Borboletas de Portugal.

Notícias relacionadas

Leave a Comment