“À Portuguesa”: Filme gravado na freguesia de Perre vence prémio da UNESCO

Miguel Arieira

Miguel Arieira é o responsável pelo filme “À Portuguesa”, que retrata a organização e a realização da festa de São João da freguesia de Perre, no concelho de Viana do Castelo. Apesar de ter tido um orçamento de “zero euros”, com recurso a “vinte cassetes de mini-dv e a uma câmara de filmar emprestada”, o filme foi já o vencedor do prémio UNESCO do Fafe Film Festival – Festival de Cinema de Fafe. “O que gastei foi do meu bolso e em cassetes mini-dv”, revela Miguel Arieira, que contou com a ajuda de amigos e colegas.

Natural de Perre, revela que “À Portuguesa” foi o resultado de uma ideia que surgiu em 2013. O filme começou a ser filmado em março de 2014 e acompanhou a organização e a realização da festa de São João, numa festividade “tipicamente minhota”.

Em jeito de documentário, o trabalho retrata uma família do Lugar do Pisco e a ligação da mesma com os vizinhos. Miguel Arieira explica que achou a festa muito típica e que, por isso, no ano passado, foi falar com o responsável da família que organiza a festa, para pedir autorização para concretizar a ideia, “e eles mostraram logo interesse em participar no filme, acharam a ideia excelente”. Filmaram entre março e junho do ano passado, acompanhando “todos os preparativos da realização desta festa”.

“Começamos a acompanhar os preparativos, maioritariamente ao fim-de-semana. A nossa relação com a família foi aumentando, fui-me identificado cada vez mais com eles”, explica o realizador, dizendo que projetaram o filme na festa deste ano, juntamente com fotografias do colega João Gigante.

“O filme não é só sobre esta festa, nem só sobre esta família. É um retrato do país em que vivemos, o meu olhar sobre o outro”, garante Miguel Arieira, que trabalha na AO Norte –  Associação de Produção e Animação Audiovisual, em Viana do Castelo.

Notícias relacionadas

Leave a Comment